Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Passos de corrida

Um blog escrito para partilhar a todos os corredores as minhas experiências. Meu nome é Rui Alves e moro na Guarda, Portugal, onde desfruto do que considero ser um bom aliado dos treinos - altitude. Sou um Guarda Runner!

Passos de corrida

Um blog escrito para partilhar a todos os corredores as minhas experiências. Meu nome é Rui Alves e moro na Guarda, Portugal, onde desfruto do que considero ser um bom aliado dos treinos - altitude. Sou um Guarda Runner!

Cidade Rodrigo - (Meia maratona de estafetas) - Um pódio de amizade

13.05.17 | Rui Alves
30/04/2017 foi o regresso a Cidade Rodrigo - Espanha para participar na Meia Maratona mas desta vez de uma forma diferente. 
Após 3 meias maratonas já corridas em 2017, sabia que dificilmente teria forças para fazer esta prova na integra, ainda mais porque em 4 de Junho já está planeada a Meia Maratona de Belmonte onde tenho vontade de fazer bem melhor que no ano passado.
Assim, sabendo que havia a possibilidade de fazer a prova em estafetas, enderecei o convite a alguns corredores para fazermos a meia maratona em estafetas. 
Rapidamente se encontraram 3 amigos voluntários para fazermos a prova. O Daniel, o Fernando e o Pedro Pinto mostraram que estavam motivados para dar o máximo nesta estafeta.
Nesta XII edição da Meia Maratona de Cidade Rodrigo e VII edição por estafetas, fomos brindados por um belo e gelado temporal. Aliás fico desconfiado que todas as provas em que o Fernando vai, temos o presente da chuva, frio e vento.
A viagem para Sanctus Spiritus local da partida da prova, foi partilhada por vários Guarda Runners, onde o destaque era o atleta olímpico Paulo Gomes (Atleta do Guilhovai) que não iria deixar os seus créditos por mãos alheias. Foi o vencedor da prova com 1.08:24 a escassos 28 segundos do recorde da prova. É difícil encontrar palavras para descrever os feitos deste atleta, mas mais difícil ainda é perceber o quanto bom amigo e ser humano esta pessoa é. É um privilégio enorme conhecer-te Paulo Gomes. 
O teu empenho, a tua vontade e talento são uma inspiração para mim e para muito corredores deste país.


Mas connosco levamos também a vencedora da Meia Maratona feminina. Patricia Rosado do Juventude Vidigalense, viria a ser primeira classificada com 1.22:08 (creio que foi seu RP) demonstrando que todo o seu trabalho e empenho tem dado resultados muitos positivos. O Bruno tem um papel muito relevante certamente nestes resultados e a cumplicidade de ambos é evidente em prova.

E há momentos que raramente são captados com tanto sentimento, que valem muito a pena observar e partilhar:

A cobertura fotográfica da prova realizada pela "Arte deportivo" é fantástica, vejam aqui: 


Quanto à minha prova informo que havia mais vontade de estar dentro dos autocarros que nos levaram ao ponto de troca do "Tasuki", do que estar na estrada. 
Fiz os 5 km's em 20:22 o que não sendo nada de especial, não me deixou descontente, antes pelo contrário.

A prova de estafetas é dividida em 3 partes de 5km e os restantes 6,097 ficaram para o ultimo membro, que foi o Fernando, porque estava em melhor forma que qualquer um dos outros. O Daniel fez o primeiro percurso e o Pedro o terceiro percurso, ajudado pela motivação de testar um novo equipamento da Garmin (Não sei qual era.... mas que era muito bonito, era).
Terminamos a prova com 1:28:22,  7º lugar entre 17 equipas, o que para estreia se pode considerar bastante positivo tendo em conta que todos deram o máximo de si. 
É evidente nesta chegada ao sprint do Fernando: 

Após o meu percurso, decidi não esperar pelo autocarro e pedi autorização para seguir com o pelotão. Queria sentir a sensação de fazer o resto da prova sem a pressão da corrida em si, e fazer uma treino mais longo e relaxado.
Foi interessante viver as emoções da corrida de forma mais calma, sem a pressão do tempo ou da distância. Correr só pelo prazer de correr e tentar sentir as emoções da prova. Embora a maioria esteja a correr em busca do melhor possível de si mesmo, há muito s atletas que desfrutavam da corrida de forma bem relaxada e sem stress algum, como se estivessem a fazer um treino longo em ritmo lento apreciando a conversa de grupo ou simplesmente a paisagem.
Ao 15º quilometro apanhei o Pedro (Já com a cerveja na boca (energética e sem álcool)) e convidei-o a fazer o restantes 6 comigo.... aceitou e lá fomos estrada fora. Até encontrarmos um atleta que o Pedro decidiu dar conversa e uma ajuda, visto estar em dificuldades... Eu ia para  seguir no meu ritmo, mas achei por bem voltar atrás e juntar-me a eles. A chuva tinha parado e o sol quase aparecia o que não era bom para quem estava encasacado tipo esquimó (o Pedro)...
Lá seguimos tipo escolta do amigo recém conhecido em prova, um espanhol do Sabugal, perguntando se estava bem, se o ritmo era bom e fazendo de corta-vento para os quilómetros finais e levando-o até a ultima curva antes da meta. Fiquei depois a observar a sua chegada a meta.

Confesso que fiquei com inveja de não passar por aquela meta. Foi algo estranho ter corrido e não ter passado sob o pórtico de chegada. 

A organização da prova foi bem conseguida, e embora os prémios monetários não sejam de grande relevo para os principais corredores de renome, são beneficiados os atletas do "pelotão", brindados com um bom sortido de brindes, desde t-shirt, toalha, energético, doces... e para melhorar mais a coisa,  um almoço (Paella), oferecido pela organização a todos os participante e acompanhantes. Foram imensos os portugueses em destaque na prova e quem for curioso pode consultar os resultados aqui:


Mas embora seja muito bom conseguir um lugar no pódio, principalmente porque demonstra muito trabalho, esforço, dedicação e disciplina, o mais importante é também saber que há um outro pódio que se constrói na nossa vida e que tem espaço para todos porque é feito tendo por base a amizade. 
(Imperdoavelmente faltaram na foto a Paula (esposa) e a Marisa que foram as nossas motoristas, fotografas, logística e tudo mais e sem as quais não seria tão fácil desfrutar desta prova, a ambas ... Obrigado)  


Até breve e bons "Passos de corrida"