Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Passos de corrida

Um blog escrito para partilhar a todos os corredores as minhas experiências. Meu nome é Rui Alves e moro na Guarda, Portugal, onde desfruto do que considero ser um bom aliado dos treinos - altitude. Sou um Guarda Runner!

Passos de corrida

Um blog escrito para partilhar a todos os corredores as minhas experiências. Meu nome é Rui Alves e moro na Guarda, Portugal, onde desfruto do que considero ser um bom aliado dos treinos - altitude. Sou um Guarda Runner!

Janeiro dos Exercícios até ao convívio

05.02.17 | Rui Alves
Fim do mês de Janeiro de e como quase sempre acontece no inicio do anos , foi época debalanço e altura para formular novas metas, novos objectivos, novos projectos ou entãosimplesmente reprogramar e tentar alcançar um objectivo que não se fez.
O ano de 2016 foi um ano positivo em resultados pessoaisalcançados, mas também (e talvez para mim mais importante) em riqueza deexperiências vividas neste mundo das corridas, ou como muito na moda se diz… running.
Nunca vou esquecer a prova que fiz em Ovar onde fiz o meu RPna MM.
Mas recordo mais intensamente a magnífica paisagem no alto do Sameiro,minutos antes de me ter esfolado todo a descer na companhia do grande campeão eamigo Paulo Gomes. Recordo a paisagem fantástica de neve que fomos brindados naprova de Manteigas Penhas Douradas, onde o Paulo foi também lá foi vencedor… Aspaisagens magnificas e milhares de pessoas no Douro, o banho intenso na MM de Belmonte,mas muito recompensado com um óptimo repasto na companhia dos Campeões ClarisseCruz e FrancisObikwelu, o sobe e desce na MM de Vila Real, a óptima Paella de Cidade Rodrigo, e até o momento exactoem que senti a dor na coxa que me fez parar umas semanas….
Estar parado e procurar ajuda no tratamento dalesão foi e tem sido também uma experiência a recordar. O enorme gosto de ter conhecido o David Rodrigues da D2J que tem sido excepcional comigo e família no tratamento da lesão e outras mazelas. O conhecimento pela pratica desportiva faz com que tenha um "know how" diferente de outros que conheci. O aconselhamento em exercícios de recuperação e tomar consciência que o fortalecimento muscular talvez seja tão ou mais importante que qualquer numero de km's acumulados em qualquer semana de treino, tem sido muito importante. Complementar a corrida com exercícios musculares de fortalecimento ou flexibilidade é de muita importância e serve de prevenção de lesões. Para além dos recomendados pelo David, passei a fazer 2 vezes por semana os seguinte que foram recomendados por um amigo de rede social Noirvegan: 

As sensações têm sido boas e recomendo.

Janeiro foi o mês de progressão após a lesão, uma progressão que deveria ter sido mais lenta que a que realizei, mas a vontade de estar minimamente bem em Amarante fez-me arriscar um pouco. No entanto sou um defensor que a progressão semanal e o aumento de carne de treino não deve aumentar mais que 10 a 15%, ou seja na semana 3 quando fiz 41km, nunca poderia ter passado para 65km na semana seguinte. Claro, que já dizia o outro... "Olha para o que eu digo e não para o que eu faço."  


Fevereiro tem na agenda a MM de Amarante - António Pinto, uma prova que homenageia o grande campeão que foi António Pinto que ainda detém 3 recordes nacionais nos 5000 (13.02,86) 10000 (27.12,47) e maratona com 2.06,36. 
Este ano já tem a presença confirmada da Dulce Félix como madrinha da prova. 
Uma oportunidade programada de regressar ás origens, rever amigos e acima de tudo como diz a minha amiga Elisabete... de "combíbio". Avizinham-se bons "Passos de Corrida"

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.