Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Passos de corrida

Um blog escrito para partilhar a todos os corredores as minhas experiências. Meu nome é Rui Alves e moro na Guarda, Portugal, onde desfruto do que considero ser um bom aliado dos treinos - altitude. Sou um Guarda Runner!

Passos de corrida

Um blog escrito para partilhar a todos os corredores as minhas experiências. Meu nome é Rui Alves e moro na Guarda, Portugal, onde desfruto do que considero ser um bom aliado dos treinos - altitude. Sou um Guarda Runner!

Salamanca - 12km - Manteigas Penhas Douradas ( parte 2)

12.03.17 | Rui Alves
Uma semana depois de Salamanca, a subida de 12km Manteigas - Penhas Douradas. 
Quem já fez esta corrida alguma vez sabe que esta é uma daquelas provas que ou se está bem, ou se está bem. 
Não há outra forma de por as coisas, é subir, subir, subir, e nem os 2 primeiros quilometro se podem afirmar que são fáceis porque o empedrado e o "sobe e desce" são desgastantes. 
Só de olhar para o horizonte da subida já se torna desgastante para o corpo e para a mente....

Após o controlo dos dorsais lá nos posicionamos para mais uma aventura que nos levaria ao alto das Penhas Douradas. 

Os dois primeiros quilómetros não indicavam o esforço que iria ter pela frente, nem a luta constante entre a mente e o corpo que me iriam levar até lá cima. Foram incontáveis as vezes que pensei em regressar pois o corpo não respondia a qualquer estimulo. Desde o quilometro 3 até ao 8 nunca consegui fazer um quilometro seguindo, nem encontrar um ritmo constante. Certamente que a prova de Salamanca ainda pesava nas pernas e por muita vontade que se possa ter o cansaço não perdoa.

Apesar de tudo serviu esta prova para divulgar a meia maratona da Guarda, camisola que ostentei com muito orgulho.
E no final, este ano, fomos presenteados com uma medalha de "finisher", que me fez sorrir, lembrando-me que desistir nunca pode ser opção, salvo alguma excepção de força maior que não me ocorre agora.... :) 
Morte ou Glória (Alguns vão entender)




Tenho que referir que o vencedor da prova foi o fantástico, campeão e grande corredor Paulo Gomes Pela quarta ou quinta vez consecutiva ganhou a prova, com uns fantásticos 47'30", que só para ter uma ideia significa ter de média na prova toda 4min/km.... Máquina.

Em 2018, fica a promessa de regresso.

Agora, estes passos vão se preparar para a Meia Maratona da Guarda. Até lá  bons treinos e boas corridas.